#htmlcaption1 Deus, força e luz O evangelho ensinado e vivenciado ha 99 anos

sexta-feira, 29 de maio de 2015

45

Passe magnético

richard-simonetti-menor1 –    O que é o passe magnético, aplicado nos Centros Espíritas?
Em sua expressão mais simples, é uma doação de energia magnética, semelhante à transfusão sanguínea. Se o paciente está anêmico, o sangue transferido para suas veias o revitaliza. Se há problemas com sua Alma, exprimindo-se em angústias e perturbações, o passe o ajuda a recompor-se.

2 –    Como podemos definir esse magnetismo?
Trata-se de uma forma de energia a expandir-se dos seres vivos. No passe ela é controlada e exteriorizada por um ato da vontade. É o que faz o passista quando se posta junto ao paciente, guardando o propósito de beneficiá-lo.
3 –    O passista é um médium?

FELICIDADE RELATIVA


Como disse Jesus: "HÁ MUITAS MORADAS NA CASA DE MEU PAI." Então, podemos dizer que a casa de Deus é o Universo e que moramos em uma das muitas moradas que há neste Universo. Cada planeta abriga moradores com variados graus de evolução. No planeta Terra, moram Espíritos ignorantes e rebeldes, que somos nós, como disseram os Espíritos à Kardec no O Evangelho segundo o Espiritismo. Onde o mal ainda predomina, mas o progresso é uma das leis da Natureza. A Terra esteve material e moralmente num estado inferior ao de hoje, e atingirá, sob esses dois aspectos, um grau mais avançado. Ela chegou a um de seus períodos de transformação, e vai passar de mundo expiatório a mundo regenerador. Então, os homens encontrarão nela a felicidade, porque a lei de Deus a governará. Mas, isso dependerá de nós. Enquanto isso não acontece, a felicidade é relativa. Num momento estamos felizes e noutro tristes. Porque resgatamos nossas transgressões à lei divina.

 
Rudymara

quinta-feira, 28 de maio de 2015

atendimento fraterno

QUINTA:DAS 19:15 as 20:30hs -
Abertura: Presidente Antonio Rodrigues Ribeiro.
 Atendimento Médico Espiritual.
 Limpeza.
 Passe.
Resultado de imagem para momento espiritas

Perante o mal

A Lei de Talião representou um progresso nos costumes da Humanidade.
Em decorrência dela, a vingança passou a ter limites.
Antes, por conta de uma ofensa, considerava-se justo dizimar toda a família do ofensor.
Depois, passou a ser olho por olho e dente por dente.
Ou seja, o mal que se retribuía não podia ser maior do que o recebido.
Jesus Cristo veio trazer a contribuição definitiva nessa seara.
Assentou que não se deveria resistir ao mal.
Que se alguém batesse na face direita, era preciso oferecer também a esquerda.
Que se alguém tomasse a vestimenta, convinha deixar também a capa.
Que se alguém obrigasse a andar uma milha, era para andar com ele duas.
São palavras fortes e plenas de simbolismo.

Acendendo velas

http://www.agendaespiritabrasil.com.br/wp-content/gallery/gce/37.jpg?3946df

A Língua

francisco_rebouças 
                              O benfeitor Emmanuel, no livro Apostilas da Vida, psicografado por Francisco Cândido Xavier, em uma de suas inúmeras páginas de advertências, endereçadas a todos nós, faz excelente abordagem sobre a maneira de como devemos fazer uso da bênção da palavra, articulada pelo pequeno instrumento capaz de as pronunciar, alertando-nos ainda, para a observação de que embora seja de pequeno tamanho e bastante leve, a língua é, indubitavelmente, um dos fatores determinantes no destino das criaturas, ajudando-as a conquistarem a vitória nos  embates da vida, no crescimento das virtudes do  espírito imortal, ou as arremessando de encontro ao lodaçal da delinquência e das trevas.

quarta-feira, 27 de maio de 2015

As Dores da Alma

 
 Não constitui igualmente fonte de dissabores, tanto mais amargos quanto envenenam toda a existência, a falta de simpatia entre seres destinados a viver juntos?
  “Amaríssimos, com efeito. Essa, porém, é uma das infelicidades de que sois, as mais das vezes, a causa principal. Em primeiro lugar o erro é das vossas leis.

▬  Julgas, porventura, que Deus te constranja a permanecer junto dos que te desagradam?
                 Depois, nessas uniões, ordinariamente buscais a satisfação do orgulho e da ambição, mais do que a ventura de uma afeição mútua. Sofreis então as consequências dos vossos preconceitos.”

O PASSE É DESCOMPLICADO



Como disse J. Herculano Pires: “a técnica do passe não pertence a nós, mas exclusivamente aos Espíritos Superiores. Só eles conhecem a situação real do paciente, as possibilidades de ajudá-lo em face de seus compromissos nas provas, a natureza dos fluidos de que o paciente necessita e assim por diante.”....“o passe espírita não comporta as encenações e gesticulações que hoje envolvem alguns teóricos improvisados, geralmente ligados a antigas correntes espiritualistas de origem mágica ou feiticista. Os espíritos realmente elevados não aprovam nem ensinam essas coisas, mas à prece e a imposição das mãos.”

segunda-feira, 25 de maio de 2015

Jesus, Modelo e Guia

Resultado de imagem para jesus
Referência, todos precisamos de referências para saber como agir.
Desde criança nossas ações são influenciadas profundamente pelos referenciais que temos mais próximos de nossas vidas.
Entendemos hoje que a família é o primeiro modelo de comportamento que o infante tem à sua disposição e que será de suprema importância em seu desenvolvimento.
Foi assim que, entendendo esta característica humana milenar, Allan Kardec, iniciando a exposição das Leis Morais em sua obra-prima, O livro dos Espíritos, inquiriu à Espiritualidade:

Perante o mal

 Resultado de imagem para borboletas
A Lei de Talião representou um progresso nos costumes da Humanidade.
Em decorrência dela, a vingança passou a ter limites.
Antes, por conta de uma ofensa, considerava-se justo dizimar toda a família do ofensor.
Depois, passou a ser olho por olho e dente por dente.
Ou seja, o mal que se retribuía não podia ser maior do que o recebido.
Jesus Cristo veio trazer a contribuição definitiva nessa seara.
Assentou que não se deveria resistir ao mal.
Que se alguém batesse na face direita, era preciso oferecer também a esquerda.
Que se alguém tomasse a vestimenta, convinha deixar também a capa.
Que se alguém obrigasse a andar uma milha, era para andar com ele duas.
São palavras fortes e plenas de simbolismo.
Por certo não significam se deva permitir que a agressividade e a violência tomem conta da Terra.

sábado, 23 de maio de 2015

Atendimento fraterno

Hoje atendimento hoje 23/05, a partir das 18:00hs no C E Perseveranca no Bem.
Limpeza astral.
Passe magnético.
Muita luz

sexta-feira, 22 de maio de 2015

O PODER DO ABRAÇO.........

Já se comprovou que todos necessitamos de contato físico para nos sentirmos bem, e uma das formas mais importantes de contato físico é o abraço.Quando nos tocamos e nos abraçamos, levamos vida aos nossos sentidos e reafirmamos a confiança nos nossos próprios sentimentos. Algumas vezes não encontramos as palavras adequadas para expressar o que sentimos; o abraço é a melhor maneira.Há vezes que não nos atrevemos a dizer o que sentimos, seja por timidez ou porque os sentimentos nos avassalam; nesses casos pode-se contar com o idioma dos abraços.Os abraços, além de nos fazerem sentir bem, empregam-se para aliviar a dor, a depressão e a ansiedade.Provocam alterações fisiológicas positivas em quem toca e em quem é tocado.Aumenta a vontade de viver aos enfermos.

Como entrar em sintonia com os espíritos benfeitores?


Se a capacidade de entrarmos em relação com o mundo espiritual e os espíritos é um potencial que todos temos, em maior ou menor grau, o que é necessário para entrarmos em sintonia com os guias espirituais, ou seja, com os espíritos benfeitores?
Vejamos o que diz um trecho do capítulo 13, do livro Nos Domínios da Mediunidade, do espírito André Luiz, psicografado por Francisco Cândido Xavier:“Em matéria de mediunidade, não nos esqueçamos do pensamento.

A Terapia de Regressão

Escrito por Juliana Bueno 
 
Médico e terapeuta holístico, Dr. Mauro Kwitko iniciou sua carreira em 1971, recém-formado pela Faculdade de Medicina do Rio Grande do Sul. É autor dos livros Terapia de Regressão: perguntas e respostas, Como aproveitar a sua encarnação, A Terapia da Reforma Íntima, entre outros...
A tradicional medicina alopática não o interessou por muito tempo e logo ele desenvolveu estudos e pesquisas na Homeopatia e na medicação com florais. Ainda são muitas as dúvidas e contradições que envolvem os diagnósticos e tratamentos dos chamados transtornos psicoemocionais. Dr. Kwitko desenvolve com seus pacientes um tratamento metafísico e holístico para entender e tratar estas doenças. Nesta entrevista, ele explica os fundamentos da chamada Psicoterapia Reencarnacionista.

Como surgiu o interesse em tratar as doenças, especialmente as da mente, com a chamada Terapia de Vidas Passadas?

quinta-feira, 21 de maio de 2015

atendimento fraterno hoje

QUINTA:DAS 19:15 as 20:30hs -
Abertura: Presidente Antonio Rodrigues Ribeiro.
 Atendimento Médico Espiritual.
 Limpeza.
 Passe.

NO JUSTO MOMENTO


No justo momento em que: O fracasso lhe atropele o carro da esperança; O apoio habitual lhe falte à existência; A ventania da advertência lhe açoite o Espírito; A aflição se lhe intrometa nos passos; A tristeza lhe empane os horizontes; A solidão lhe venha fazer companhia; No momento justo, enfim, em que a crise ou a angústia, a sombra ou a tribulação se lhe façam mais difíceis de suportar, não chore e nem esmoreça. A água pura a fim de manter-se pura é servida em taça vazia. A treva da meia-noite é a ocasião em que o tempo dá sinal de partida para nova alvorada. Por maior a dificuldade, jamais desanime. O seu pior momento na vida é sempre o instante de melhorar.

Albino Teíxeira

NOVO DIA


Todo dia de ontem pode ter sido árduo. Muitas lutas vieram, deixando-te o cansaço. Provas inesperadas alteram-te os planos. Soma, porém, as bênçãos que Deus te entregou. Esquece qualquer sombra, não pares, serve e segue. Agora é novo dia, tempo de caminhar.

Emmanuel


Mensagens psicografadas de entes queridos


Solidão. Dor. Um terrível sentimento de perda. Depressão. Falta de ânimo para continuar a viver. Esses são apenas alguns dos sintomas que se apresentam naqueles que “perderam” uma pessoa muito querida. Amor ou apego doentio? Quem de nós poderá julgar com clareza os dramas e conflitos da alma humana?
Para quem está passando pelo doloroso momento do luto, a doutrina espírita oferece um verdadeiro manancial de luz. Apresenta explicações lógicas e fundamentadas em fatos verificáveis sobre a vida após a morte e a reencarnação; acompanha as exortações evangélicas quando nos recomenda amarmos a humanidade inteira como nossa família e ainda nos abre a possibilidade real de recebermos alguma mensagem do Além, através das chamadas comunicações mediúnicas, como a psicografia e a psicofonia.
O centro espírita deve oferecer este tipo de atendimento?

quarta-feira, 20 de maio de 2015

LIVROS QUE DESTOAM DOS FUNDAMENTOS ESPÍRITAS


Pergunta:– O livro espírita é sempre bem-vindo como portador de ensinamentos, mas percebe-se uma quantidade considerável deles que, embora difundidos no meio espírita, destoam dos fundamentos contidos na obra kardequiana. Como devem se posicionar os espíritas, principalmente os que são dirigentes de casas espíritas, diante dessas obras?

Raul Teixeira: Diante da falta de hábito da boa leitura por parte de grandíssimo número das pessoas em nossas sociedades, entendemos que o Movimento Espírita não teria como escapar da participação delas em seus quadros. Danoso processo de preguiça intelectual empurra os indivíduos para o desinteresse em aprender e para a pouca leitura. Pouca leitura, por sua vez, acarreta pouco conhecimento, parco discernimento e baixo poder de análise.

A responsabilidade de ser médium

 















Se retirarmos a palavra "médium" os conselhos dados no texto são de aplicação geral. E se é exigível ao médium um comportamento exemplar, o mesmo é exigido a todos. Contudo, quando falamos de pessoas temos de compreender que ninguém é perfeito e que não há médiuns ideais, como não há pessoas ideias. É preciso fazer o melhor possível, dentro das limitações existentes. Só podemos dar  o que temos...

terça-feira, 19 de maio de 2015

OBSERVEMOS AS MENSAGENS



LEIAM COM ATENÇÃO...."NÃO ACREDITEM EM TODOS OS ESPÍRITOS, MAS PROVEM SE OS ESPÍRITOS SÃO DE DEUS" - João, Epístola I, cap. IV: 1....Todos são de Deus, já que foi Ele que os criou, mas o sentido é que observemos suas mensagens se condizem com os ensinamentos Dele.
 
Rudymara

segunda-feira, 18 de maio de 2015

COMO ACONTECE A CURA?


O Espiritismo nos ensina que “A CURA SE OPERA PELA SUBSTITUIÇÃO DE UMA MOLÉCULA MALSÃ POR UMA MOLÉCULA SÃ." (A Gênese, no Cap XIV, sobre a Cura).
A questão é saber quem está sendo curado: o corpo físico ou a Alma?
O espírito Emmanuel, no livro “O Consolador”, psicografia de Chico Xavier, afirma que “As chagas da alma se manifestam através do envoltório humano. O corpo doente reflete o panorama interior do espírito enfermo. A patogenia é um conjunto de inferioridades do aparelho psíquico. E é ainda na alma que reside a fonte primária de todos os recursos medicamentosos definitivos. A assistência farmacêutica do mundo não pode remover as causas transcendentes do caráter mórbido dos indivíduos. O remédio eficaz está na ação do próprio espírito enfermiço. Podeis objetar que as injeções e os comprimidos suprimem a dor; todavia, o mal ressurgirá mais tarde nas células do corpo. Indagareis, aflitos, quanto às moléstias incuráveis pela ciência da Terra e eu vos direi que a reencarnação, em si mesma, nas circunstâncias do mundo envelhecido nos abusos, já representa uma estação de tratamento e de cura e que há enfermidades da alma, tão persistentes, que podem reclamar várias estações sucessivas, com a mesma intensidade nos processos regeneradores.”

O QUE PRETENDE AS CASAS ESPÍRITAS?

O QUE ENCONTRAREMOS APÓS A DESENCARNAÇÃO?

 Muitos de nós achamos que, nós e nossos entes queridos, sofremos sem merecer no plano físico. Geralmente vemos nosso ente querido como o melhor do mundo, sem defeitos. E pela dificuldade em detectarmos nossas falhas, temos dificuldade em corrigi-las, aí vivemos como se o berço fosse o começo e o túmulo o fim. Mas daí, somos surpreendidos ao retornarmos ao plano espiritual. Porque seremos cobrados pelo que fizemos e também pelo que deixamos de fazer tanto a nós mesmos como ao próximo.
 
 
Rudymara

amanha atendimento fraterno esperamos para você lá de braço aberto e coração cheio de amor para doar.

TERÇA: DAS 19:15 as 20:30hs -
Abertura: Presidente Antonio Rodrigues Ribeiro.
Leitura de Graça Brito - Livro de Ramatis/Fisiologia da Alma.
leitura de Ana Catharina Pessoa - Psicografias de irmã Josefina.
Limpeza Astral.
Fluidificação das Águas.
Desenvolvimento Mediúnico e Psicografia.

CONVITE AOS HOMENS DE BOA VONTADE - O SERVIÇO DIVINO NA TERRA - O CÉU VERDADEIRO - CARAVANAS SOCORRISTAS - OS PLANOS ESPIRITUAIS.


PROSSEGUINDO NOS ESCLARECIMENTOS que vem oferecendo aos homens e mulheres de boa vontade, o Senhor Jesus deseja convidá-los a uma reunião no mundo espiritual a realizar-se diariamente durante as horas de sono do corpo entregue ao repouso o leito. Não é necessário determinar o dia da semana ou do mês porque o Senhor estará em reunião permanente para receber as almas encampadas que desejarem vê-lo e falar-Lhe de viva voz acerca dos seus problemas e anseios da vida terrena. O meio de cada leitor destas Mensagens poder aproximar-se do Senhor durante as horas de sono do corpo, é muito fácil e por isso acessível a todos. Bastará mencionar esse desejo em suas preces ao deitar para que o mesmo seja recebido pelo Senhor.

UMA BÊNÇÃO PARA MUITAS ALMAS - NENHUMA ALMA SE ENCONTRA ABANDONADA NA TERRA - A VIDA VERDADEIRA - A TRISTEZA DAS FORÇAS SUPERIORES - HÁ UM LIMITE ÀS REENCARNAÇÕES - PALAVRAS DO SENHOR


23.ª MENSAGEM DE ENSINAMENTOS ESPIRITUAIS

Ditada pelo Apóstolo Thomé
Em 29-8-1970
Rio de Janeiro - Brasil

AO DELIBERAR O SENHOR JESUS a Sua vinda ao solo terreno para aqui se instalar por período demorado, o Senhor teve em vista aproximar-se estreitamente de todas as almas que aqui vivem encarnadas, para o fim de lhes transmitir conselhos e ensinamentos de que muito necessitam. Esse objetivo do Senhor Jesus está sendo alcançado lentamente em muitos casos, mas bem rapidamente em outros. Tem tido o Senhor Jesus a alegria de constatar o amadurecimento de muitas almas encarnadas, ou sejam muitos homens e mulheres, para quem estas Mensagens representam a bem dizer uma bênção, tal a alegria que sua leitura lhes proporciona. Trata-se evidentemente de almas já bastante evoluídas, mas que permaneciam como que ainda adormecidas em relação à vida espiritual. Recebendo a palavra do Senhor através destas Mensagens, aquelas almas despertaram e se voltaram prontamente para o mundo espiritual de onde vieram para a Terra, e para o qual voltarão ao fim de sua presente encarnação.

sexta-feira, 15 de maio de 2015

O Evangelho Segundo o Espiritismo por ALLAN KARDEC – tradução de José Herculano Pires

VI – Por Um Suicida

71 – Prefácio – O homem não tem  jamais o direito de dispor da sua própria vida, pois só a Deus compete tirá-lo do cativeiro terreno, quando o julgar oportuno. Apesar disso, a justiça divina pode abrandar o seu rigor, em virtude de certas circunstâncias, reservando, porém, toda a sua severidade para aquele que quis furtar-se às provas da existência. O suicida assemelha-se ao prisioneiro que escapa da prisão antes de cumprir a sua pena, e que ao ser preso de novo será tratado com mais severidade. Assim acontece, pois com o suicida, que pensa escapar às misérias presentes e mergulha em maiores desgraças. (Cap. V, nº 14 e segs.)
                72 – Prece – Sabemos qual a sorte que espera os que violam a vossa lei, Senhor, para abreviar voluntariamente os seus dias! Mas sabemos também que a vossa misericórdia é infinita. Estendei-a sobre o Espírito de Fulano, Senhor! E possam as nossas preces e a vossa comiseração abrandar as amarguras dos sofrimentos que suporta, por não ter tido a coragem de esperar o fim das suas provas! Bons Espíritos, cuja missão é assistir os infelizes, tomai-o sob a vossa proteção; inspirai-lhe o remorso pela falta cometida, e que a vossa assistência lhe dê a força de enfrentar com mais resignação às novas provas que terá de sofrer, para repará-la. Afastai dele os maus Espíritos, que poderiam levá-lo novamente ao mal, prolongando os seus sofrimentos, ao fazê-lo perder o fruto das novas experiências. E a ti, cuja desgraça provoca as nossas preces, que possa a nossa comiseração adoçar a tua amargura, fazendo nascer em teu coração a esperança de um futuro melhor!. Esse futuro está nas vossas próprias mãos: confia na bondade de Deus, que espera sempre por todos os que  se arrependem, e só é severo para os de coração empedernido.

Evolução e reencarnação

 

“Ninguém poderá ver o Reino de Deus se não nascer de novo” (João, cap.III, v.v. 1 a 12).
Nosso processo de desenvolvimento espiritual ocorre através da reencarnação. E não é somente uma, mas são várias as reencarnações pelas quais o espírito passa ao longo de sua jornada evolutiva. Na Terra e em outros planetas. Claro que também evoluímos durante os períodos que passamos nos planos mais sutis, mas ainda necessitamos da reencarnação no plano físico, denso. Por quê?
Atualmente, entendo que isso ocorra por alguns motivos básicos:

Assédios espirituais

É muito importante entendermos que nos casos de obsessão ou assédio, sempre há sintonia psicoemocional entre os envolvidos.
Para que um espírito possa influenciar alguém, transmitindo-lhe ideias ou induzindo essa pessoa a se comportar de determinada maneira, a semelhança de pensamentos e sentimentos (no caso, emoções) entre ambos é fundamental.
A pessoa até pode sentir a energia desequilibrada de um espírito atingi-la (e se proteger disso), mas para que o assédio ou obsessão se estabeleça de fato, o desencarnado irá reforçar uma ideia ou emoção que o assediado tenha. Ou seja, a raiz do problema está na “vítima”...

quinta-feira, 14 de maio de 2015

O Centro Espírita

Por: Bezerra de Menezes
Dr. Bezerra - Arquivo VE
Dr. Bezerra – Arquivo VE
“O conhecimento espírita liberta o homem de superstições e preconceitos, pois é eminentemente racional, e deixa-o livre para pensar e agir.
Entretanto esta liberdade pode ser utilizada plenamente dependendo da hora e lugar.
No Centro Espírita, por exemplo, alguns detalhes devem ser levados em consideração. Segundo aprendemos com os sábios mentores espirituais, para o Centro Espírita se deslocam os Espíritos com acentuado desequilíbrio e outros com o propósito de aprender. Outros doutrinados e aí permanecem para prosseguir no tratamento de reequilíbrio espiritual ou no aprendizado.

Causa dano psicológico à criança um casal homossexual adotá-la?

Há alguns meses na cidade de São Paulo participei de seminário sobre homossexualidade com renomado psicólogo.
Uma das perguntas endereçadas a ele foi a seguinte: Qual o dano psicológico para uma criança se for adotada por um casal homossexual?
Sua resposta foi: Nenhum dano psicológico, porquanto o fundamental não é a opção sexual dos pais, mas, sim, as referências de pai e mãe que a criança deve ter em sua educação. E continuou o aluno a perguntar: Mas esta criança não poderá ser homossexual como seus pais? Bem, disse ele, lembre-se, meu caro amigo, que todo homossexual é filho de um casal heterossexual.

quarta-feira, 13 de maio de 2015

Assédios espirituais

É muito importante entendermos que nos casos de obsessão ou assédio, sempre há sintonia psicoemocional entre os envolvidos.
Para que um espírito possa influenciar alguém, transmitindo-lhe ideias ou induzindo essa pessoa a se comportar de determinada maneira, a semelhança de pensamentos e sentimentos (no caso, emoções) entre ambos é fundamental.
A pessoa até pode sentir a energia desequilibrada de um espírito atingi-la (e se proteger disso), mas para que o assédio ou obsessão se estabeleça de fato, o desencarnado irá reforçar uma ideia ou emoção que o assediado tenha. Ou seja, a raiz do problema está na “vítima”...

Sensibilidade espiritual


Escrito por Victor Rebelo  
É muito comum confundirmos sensibilidade espiritual com mediunidade. Isso ocorre devido ao fato de Allan Kardec ter classificado, durante a codificação do Espiritismo, todo tipo de interação com o mundo espiritual como uma forma de mediunidade. Mas, podemos ler em O Livro dos Médiuns, no capítulo XIV da segunda parte, que “(...) essa qualificação se aplica somente aos que possuem uma faculdade mediúnica bem caracterizada, que se traduz por efeitos patentes de certa intensidade, o que depende de uma organização mais ou menos sensitiva.”
Isso significa que nem todo mundo deve ser considerado médium (no sentido ostensivo da palavra), apesar do fato de todos, em maior ou menor grau, sentirem a influência dos espíritos.
Portanto, o fato de todos possuírem um certo grau de sensibilidade espiritual não significa que todos estejam aptos a serem intermediários dos espíritos, ou seja, médiuns.

Evolução e reencarnação

“Ninguém poderá ver o Reino de Deus se não nascer de novo” (João, cap.III, v.v. 1 a 12).
Nosso processo de desenvolvimento espiritual ocorre através da reencarnação. E não é somente uma, mas são várias as reencarnações pelas quais o espírito passa ao longo de sua jornada evolutiva. Na Terra e em outros planetas. Claro que também evoluímos durante os períodos que passamos nos planos mais sutis, mas ainda necessitamos da reencarnação no plano físico, denso. Por quê?
Atualmente, entendo que isso ocorra por alguns motivos básicos:
 
1 – As experiências que a consciência espiritual vive, nos planos mais densos da realidade, oferecem as condições necessárias para o seu desenvolvimento gradativo, quando ainda está nos “estágios iniciais” da evolução.

terça-feira, 12 de maio de 2015

Oração pela paz do mundo

Precioso Senhor do Universo;
Hoje, renuncio a todas as armas do ódio e agressão em meus pensamentos, palavras e atos.
Hoje, renuncio aos ressentimentos e mágoas que me levaram a atacar os outros e prejudicar-me.
Oração pela Paz no Mundo
Hoje, renuncio a todas as ideias de cinismo e julgamento, a todas as palavras destrutivas e a
todos os atos de vingança e violência contra mim e contra os outros.
Hoje, limpe-me de todos os pensamentos e palavras de ataque, a fim de que eu possa dar os passos necessários para instalar a paz em meu coração
Hoje, abro meu coração para enviar a energia do amor a todos os lideres mundiais.
Hoje, abro o meu espírito para contribuir na criação de um mundo em que a agressão e a violência se transformem em solidariedade e compaixão.
Hoje, abro meus olhos para conscientizar-me de tudo o que posso fazer ou dizer para promover a paz.
Hoje, reconheço que a paz começa comigo.
Hoje, eu me entrego confiantemente em Suas mãos; dedico cada ideia que penso, cada palavra que digo e cada ato a criação, manutenção e propagação da paz.
Hoje, eu peço paz, abro-me para acolhe-la e procuro impregná-la em cada uma das minhas experiências.
Faça com que a luz de paz reine em mim!
Que a presença de paz reine no mundo.
Faça com que o poder da paz irradie através de mim!
Que a paz envolva todo o mundo!
Assim é!
E assim seja!

A Outra Face

Quando falou que se alguém nos batesse numa face, deveríamos oferecer a outra, expressou um grandioso ensinamento que, se levado em conta, teríamos a solução para todas as situações desagradáveis que surgissem em nossa vida.
Oferecer a outra face não quer dizer dar o rosto para bater. É uma metáfora que sugere que se a situação nos chega de forma desagradável, devemos mostrar a face oposta.
Dar a outra face é mudar a paisagem, é uma ação positiva diante de uma negativa.
Assim, quando todos atiram pedras, ofereça uma flor.
Quando todos caminham para o lado errado, mostre o passo certo.
Se tudo estiver escuro, se nada puder ser visto, acenda você uma luz, ilumine as trevas com uma pequena lâmpada.

A Arte de Envelhecer

 
Conta um jovem universitário que no seu primeiro dia de aula o professor se apresentou e pediu que todos procurassem conhecer alguém que ainda não conheciam.
Ele ficou de pé e olhou ao redor, quando uma mão lhe tocou suavemente o ombro. Deu meia volta e viu uma velhinha enrugada, cujo sorriso lhe iluminava todo seu ser.
Ela lhe falou sorrindo: Oi, gato. Meu nome é Rose. Tenho oitenta e sete anos. Posso lhe dar um abraço?
O moço riu e respondeu com entusiasmo: claro que pode!
Ela lhe deu um abraço muito forte.
Por que a senhora está na Universidade numa idade tão jovem, tão inocente? Perguntou-lhe o rapaz.
Rindo, ela respondeu: estou aqui para encontrar um marido rico, casar-me, ter uns dois filhos e, logo me aposentar e viajar.

segunda-feira, 11 de maio de 2015

O Dever das Mães (Segundo Emmanuel)

 Resultado de imagem para filhos
189 –Que deve fazer a mãe terrestre para cumprir evangelicamente os seus deveres, conduzindo os filhos para o bem e para a verdade?
          - No ambiente doméstico, o coração maternal deve ser o expoente divino de toda a compreensão espiritual e de todos os sacrifícios pela paz da família.
          Dentro dessa esfera de trabalho, na mais santificada tarefa de renúncia pessoal, a mulher cristã acende a verdadeira luz para o caminho dos filhos através da vida.
          A missão materna resume-se em dar sempre o amor de Deus, o Pai de Infinita Bondade, que pôs no coração das mães a sagrada essência da vida. Nos labores do mundo, existem aquelas que se deixam levar pelo egoísmo do ambiente particularista; contudo, é preciso acordar a tempo, de modo a não viciar a fonte da ternura.
          A mãe terrestre deve compreender antes de tudo, que seus filhos, primeiramente, são filhos de Deus.

Mulheres de heróis

Resultado de imagem para mulheres de herois na epoca de cristo
Os homens vão para a guerra, alimentam as revoluções com sua coragem e seu sangue. Doam suas vidas por amor à nação, à pátria, à causa que defendem.
Para as mulheres são reservadas as lágrimas, os filhos órfãos, a dor da saudade e, por vezes, o abandono total daqueles mesmos a quem seus maridos deram a própria vida.
Assim aconteceu com Maria José Correia, nascida no litoral paranaense e que se tornou a esposa do Barão do Serro Azul.
Quando da Revolução Federalista, que envolveu em sangue a nação brasileira, com desmandos da parte de governistas e de revolucionários, ele se destacou.
Homem de fibra, o Barão tomou a si o governo da Província, quando o então Governador, covardemente, a abandonou, deixando-a sem nenhum amparo, um único policial.

Era meu filho!

Resultado de imagem para filhos
Havia um povo que morava ao pé da montanha. Suas vidas transcorriam em paz, enquanto eles se esmeravam no amanho da terra, cultivando flores e árvores frutíferas.
Formavam uma grande família, onde uns auxiliavam os outros, no cuidado com as crianças, a disciplina aos jovens, a educação da madureza.
No alto da montanha, uma outra comunidade se desenvolvia.
Eram criaturas não tão gentis, nem tão disciplinadas.
Um povo desconhecia o outro, porque as vias de acesso eram íngremes, tomadas por densa mata.