#htmlcaption1 Deus, força e luz O evangelho ensinado e vivenciado ha 99 anos

segunda-feira, 2 de maio de 2016

A DURA MISSÃO DOS ANJOS DA GUARDA


É muito comum ouvirmos pessoas dizerem que não se dão com alguém porque seu anjo da guarda “não vai” com o anjo da guarda da outra. Ora, isso não é verdade, porque sendo o anjo guardião um Espírito Superior, e de luz, é claro que ele se dá bem com todos os outros anjos. A causa da antipatia que alguém sente com relação a uma pessoa está no fato dela não sentir afinidade com a outra, mas não tem nada a ver com os anjos de guarda.

Segundo o Espiritismo, a missão do anjo guardião é idêntica à de um pai em relação ao filho, e ela não termina com a desencarnação do seu protegido, pois quase sempre o anjo acompanha esse espírito em várias reencarnações. A missão deles, que consiste em guiar nossa alma pela senda do bem, pode tornar-se muito penosa, porque, pela nossa rebeldia, quase sempre nos transviamos pelo caminho do mal, por deixarmos de lado seus conselhos.

Além disso, a tarefa dada por Deus aos nossos anjos guardiães, é a de auxiliar-nos nos momentos difíceis de nossas vidas, através de sua voz consoladora que fala dentro da gente, dando-nos ânimo e coragem. Os anjos da guarda não precisam de asas para voar, pois sendo eles espíritos iluminados, eles volitam, ou seja, eles se deslocam no espaço com a velocidade do seu pensamento. Esses guias espirituais também podem nos enviar mensagens de ajuda, estando eles num mundo bem distante.

Na obra Estante da Vida, cap. 14, psicografada por Chico Xavier, o Espírito Humberto de Campos conta que foi convidado por Aurelino, guia espiritual de Dona Sinésia, para passar o dia em sua companhia a fim de observar o imenso trabalho que ela lhe dava. Já à noitinha, depois de ajudar Dona Sinésia o dia inteiro, eles ouviram os seus gritos, ao ferir o dedo com uma agulha: “Meu Deus!... ninguém me ajuda! Vivo sozinha e desamparada!... “Nisso, Aurelino sorriu e disse para Humberto: “Essa irritação não há de ser nada. Ela, mais tarde, vai desencarnar como nós, e será guia espiritual também!".

*********

Gerson Simões Monteiro

0 comentários:

Postar um comentário