#htmlcaption1 Deus, força e luz O evangelho ensinado e vivenciado ha 99 anos

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

DESCANSE EM PAZ



Na lápide de muitos túmulos encontramos a seguinte inscrição: “Descanse em Paz”. Da mesma forma, as pessoas que comparecem a um velório, mesmo que instintivamente, antes de sair de perto do caixão, resmunga baixinho a sentença acima transcrita. Dizem isso, como se o morto devesse ficar em um lugar de repouso, onde não tivesse nenhuma obrigação ou compromisso. Isso é um grande engano. No mundo espiritual, local aonde iremos após nos despojarmos das vestes carnais, teremos um tipo de vida baseado naquilo que fomos aqui na Terra. A morte não santifica ninguém. Aquele que foi mal, continuará sendo mal. Aquele que foi rude, continuará a sê-lo. E o que foi bom, da mesma forma, terá uma sequência nas suas atividades como um espírito bondoso.

A realidade da comunicabilidade dos espíritos nos mostra que a vida é pulsante no mundo espiritual. Não há ninguém parado ou deitado eternamente em berço esplêndido. O que existe é uma intensa atividade no sentido de nos refazermos moralmente, sendo certo que, até poderemos escolher viver com os mesmos vícios e em meio a espíritos maldosos. Isso tudo é respeitado pela Espiritualidade Superior. Todavia, na hora em que clamarmos por misericórdia e compaixão, com uma vontade pura e sincera, então receberemos o auxílio dos espíritos que são especialistas em atendimento àqueles que necessitam de ajuda.

Tudo no Universo está vibrando. Até mesmo Planetas inteiros são submetidos à lei de destruição, sendo que esta destruição é aparente, vez que nada se perde, mas tudo se transforma (conforme descobriu Lavoisier), para que as leis de Deus sejam sempre observadas em todos os quadrantes do Universo infinito.

Portanto, ninguém irá descansar em paz. Poderemos ter paz em nosso espírito, mas, haverá muito trabalho. Aliás, o trabalho feito com alegria e amor é de todo santificante. O espírito que alcança a superioridade tem ojeriza em ficar parado em posição contemplativa. Ele quer é trabalhar para ajudar os seus semelhantes a vencer a barreira das imperfeições para poder evoluir, não somente o ser individual, mas, também, todo o Planeta.

Essa é a vida, vivida de forma edificante. Nada de repouso. Avante ao trabalho. Como disse Paulo (na Epístola aos Coríntios), nós somos cooperadores de Deus. E Deus nunca deixou de trabalhar. Não teria sentido sermos cooperadores que só ficam olhando o labor do Pai. Também nós, como bons cooperadores de Deus, iremos sempre nos dispor ao trabalho, ainda que seja árduo, mas, que dê frutos que saltem dessa vida para a vida eterna.

*************

Fonte: Blog Espiritismo Maringá

0 comentários:

Postar um comentário