#htmlcaption1 Deus, força e luz O evangelho ensinado e vivenciado ha 99 anos

sexta-feira, 3 de agosto de 2018

O repouso enfraquece

O ser humano, naturalmente, faz todo o possível para evitar as aflições da vida terrena, minimizando ou fazendo cessar as dificuldades, dores, privações materiais e sofrimentos morais.
Essa conduta é positiva, não é preciso, necessariamente, sofrer para algum dia, na vida futura, ser feliz, sendo uma ambição saudável e lícita o desejo de conquistar a felicidade durante a existência carnal.
Nosso planeta é difícil, há nele todo tipo de dificuldades, intempéries e comportamentos humanos que geram, em resposta, repercussões por vezes dolorosas, aumentando os desafios da existência. Por outro lado, espiritualmente, falando, a Terra integra a categoria dos mundos de expiações, exatamente porque as almas aqui encarnadas são aprendizes no roteiro da evolução, falhando e recebendo amargos resultados de suas ações equivocadas.
Assim, evitar dificuldades é algo que todos procuram. Há quem busque furtar-se a elas a qualquer preço e quem abra mão de satisfazer desejos importantes porque o esforço durante a jornada é maior do que a vontade de alcançar o objetivo máximo de suas existências.
Há quem prefira viver no comodismo ou ter pouquíssimos desafios por temerem enfrentar a batalha que precisariam para vencer e subirem ao podium da existência para erguer a taça de suas conquistas morais e materiais.
Escolha enganosa! Campeões suam muito para atingir seus objetivos! Vivem para buscar o melhor e suportam, corajosamente, o que não pode ser mudado, afinal nem tudo ocorre como desejamos.
Mesmo que se negue, ninguém se satisfaz, verdadeiramente, sem ter merecido o que recebeu e pouco valor se dá ao que se auferiu sem esforço. Mesmo que alguém pense que não se importa, a satisfação plena chega após a conquista e não há conquista sem coragem e luta.
“O militar que não é enviado à frente de batalha não fica satisfeito, porque o repouso no acampamento não lhe proporciona nenhuma promoção.” (O Evangelho Segundo o Espiritismo, Cap. V, item I).
Por mais atrativa que possa parecer a facilidade, o repouso nos enfraquece. Quem é testado nas dificuldades, descobre potenciais, desenvolve força, avança na vida material, intelectual, espiritual e moral. Será no dia que a morte nos pedir o corpo material que conheceremos nossa posição no mundo dos espíritos, resultado natural do quanto nos esforçamos.
Vania Mugnato de Vasconcelos

0 comentários:

Postar um comentário