#htmlcaption1 Deus, força e luz O evangelho ensinado e vivenciado ha 99 anos

sábado, 29 de dezembro de 2018

HÁ ALGO MAIS... UM AMOR, UMA LUZ*.

HÁ ALGO MAIS... UM AMOR, UMA LUZ*.
(De Coração a Coração, Por Entre os Planos da Vida...)
 
Muitas vezes, nós nos perdemos dentro de nós e nem percebemos.
Em alguns momentos, até mesmo nos esquecemos da Luz.
Às vezes, nós nos deixamos levar por coisas ruins...
E depois, em nossa arrogância, nem reconhecemos isso.
Quantas vezes, nós renegamos nossa própria essência espiritual?
Diante das provas do caminho, quantas vezes nós vociferamos contra o Alto?
Mesmo assim, sempre fomos amados incondicionalmente...
Porque a Espiritualidade Maior não julga, só ama (e a tudo compreende).
Mesmo quando renegamos a música das esferas, alguém cantou por nós...
Secretamente, fomos embalados numa canção de Amor.
Nossa canção foi cuidada e restaurada, sem que soubéssemos disso!
Hoje, nós estamos aqui, tentando ir em frente, para algo melhor.
Nós estamos realmente escutando a canção do nosso coração?
Nós estamos olhando a vida com admiração?
Nossos passos são firmes na trilha que escolhemos seguir?
Quando alguém parte, nós continuamos olhando para frente?
Quando a saudade aperta, nós nos desesperamos e deixamos a canção ir?
Ainda olhamos para a abóbada celeste com o olhar de criança diante do infinito?
Nós nos permitimos sentir o abraço daqueles que partiram, por entre os planos?
Nós estamos agradecidos pela Luz espiritual que desceu sobre nossas vidas?
E que nos permite olhar as coisas da vida “com outros olhos” e “coração gentil”?
Nossa canção nesse mundo é trilha sonora do Bem?
Nós estamos de acordo com a Espiritualidade que amamos (e conscientes disso)?
Diante da frieza da morte, nós ainda cantamos a imortalidade da consciência?
Nosso Amor transcende a forma caída e percebe o espírito voando, algures?
Mesmo num dia escuro e difícil, nós vemos o sol com nosso coração?
Mesmo nos momentos difíceis, ainda nos emocionamos com uma linda canção?
Quando dormimos, ainda voamos pelas estrelas**, brincando no infinito?...
E, no plano espiritual, abraçamos nossos entes queridos e rimos com eles?
Nós realmente estamos conscientes disso tudo, em Espírito e Verdade?
Nós continuamos dizendo que “há algo mais... Um Amor e uma Luz”?

fonte IPPB.
 

0 comentários:

Postar um comentário